Brevemente

A Nossa História


O Oporto British School abriu as portas pela primeira vez no 1º dia do terceiro período do ano letivo, em 1894, com 11 rapazes, estando  a sua direção a cargo do Reverendo WS Picken MA. O edifício da escola, localizado na belíssima Foz do Douro, na cidade do Porto, foi arrendado na altura,porém acabou por ser comprado em 1922 e continua ainda hoje a fazer parte das nossas instalações.


Os alunos não britânicos foram aceites pela primeira vez em 1902 e as raparigas em 1914. O número de alunos manteve-se baixo e só depois da Segunda Guerra Mundial é que excedeu os 100 alunos.

Criado originalmente como uma escola preparatória, manteve-se assim até meados dos anos 50, quando alguns alunos permaneceram para realizar os seus exames GCE (General Certificate of Education – Certificado Geral de Educação). No início da década de 60 verificou-se um maior desenvolvimento na oferta para alunos portugueses, visto que a escola garantiu que, para além de seguir um programa curricular Inglês, seria também lecionado um curso paralelo em Português.

O crescimento do número de alunos entre as décadas de 70 e 80 significou que seria necessário implementar um plano de construção significativo a fim de proporcionar instalações para mais de 200 alunos.

No início da década de 90 desenvolveu-se um programa pós-IGCSE (International General Certificate of Secundary Education - Certificado Geral Internacional de Educação Secundária) , com a oferta de cursos conducentes à atribuição do Diploma de Bacharelato Internacional.
Nesta altura, a proporção de alunos de origem portuguesa superou todas as outras, incluindo a dos alunos britânicos.

Esta tendência manteve-se, de modo a que atualmente existem mais de 400 alunos na escola, dos quais 80% são de famílias portuguesas, 10% são britânicos e 10%  de outras nacionalidades.

A par com o recente crescimento do número de alunos está o desenvolvimento significativo do programa e do campus. Estes, juntamente com a educação de alta qualidade oferecida ,tal como comprovam os excelentes resultados de IB (International Baccalaureate), permitiram que a escola alcançasse um estatuto totalmente acreditado pelo Conselho de Escolas Internacionais.